Igreja ou Organização?

Leitura: MT. 16:18; 18:17 – AT. 2:1; 2:2; 1:13,14; 12:5,11,12; 11:24-26.

Interessante observarmos sentenças como: “reunidos no mesmo lugar”; “o Espírito Santo encheu toda a casa onde estavam assentados”.

Observamos, nos textos acima, que o lugar onde os cristãos estavam reunidos, quando receberam o enchimento do Espírito Santo, era uma moradia, uma casa. Não estavam “no templo” em Jerusalém, mas numa casa.

Observamos, também, que as pessoas que criam eram “batizadas” “imediatamente”, passando, então, a “estar junto”. Em Atos 12, vemos Pedro guardado na prisão e “a igreja fazendo oração por ele”. Logo após ser solto, Pedro não vai para um templo, mas “para a casa de Maria, onde muitos estavam reunidos e oravam”.

Enfim, ao procurarmos, no Novo Testamento, pela palavra “Igreja”, observamos que ela sempre esta associada à “pessoas”, e não “a um templo” ou “construção específica”. Antes, está relacionada com as pessoas que se identificam com CRISTOAT. 11:24-26.

Em parte alguma das Escrituras Sagradas a palavra igreja está relacionada a um templo religioso, como o fazem em nossos dias.

Na Bíblia, o termo Igreja está vinculado aos “discípulos de JESUS CRISTO” em determinada localidade – todos os que moram numa mesma cidade; e cada igreja era “independente”, isto é, não existia uma “igreja matriz” e “suas filiais”.

No início do cristianismo, na verdade, nem mesmo denominações existiam. Os seguidores de JESUS eram identificados com termos como:

  • discípulos – MT. 8:23; 10:1;
  • irmãos – AT. 11:1; RM. 1:13;
  • santos – RM. 1:7; 1 CO. 1:2;
  • cristãos – AT. 11:26

Quanto às igrejas, estas se identificavam com a cidade onde se encontravam os discípulos, como vemos nos textos a seguir:

  • AT. 2:47; 8:1,3;
  • 2 CO. 1:1
  • 1 TS. 1:1
  • AP. 1:4; 2:1,8,12,18; 3:1,7,14

Cada carta, no Novo Testamento, quando direcionada à uma “igreja”, era à igreja em determinada cidade. Em Apocalipse, temos as “sete igrejas da Ásia”, e em seguida, são citadas sete cidades da Ásia, com “uma igreja em cada cidade”.

No Novo Testamento, quando é mencionado “igrejas”, sempre está se referindo a uma região que abrange várias cidades, portanto, várias igrejas.

A ideia de formar “grupos” de cristãos, divididos por suas “lideranças”, é reprovada na Bíblia – 1 CO. 3:1-7; 12:12-27. Entretanto, embora reprovada, a divisão foi profetizada nas Escrituras como sendo um sinal do fim dos tempos, uma marca da apostasia.

É bom atentarmos e refletirmos no que a Bíblia nos fala a esse respeito:

2 JO. 9-11; 1 JO. 2:19; 2 PE. 2:1-15; 2 TM. 4:3,4; 1 TM. 4:1-3; CL. 2:8 e referências.

Certamente se refletirmos em oração diante do SENHOR sobre cada um desses textos, e sobre esse conjunto, não teremos dúvidas em qual atitude tomar em nossos dias.

Anúncios

Sobre Carlos A. Bächtold

Sou um discípulo de JESUS CRISTO. Casado com Adriana Bahiense Scansetti Bächtold, temos dois filhos: Daniel e Débora. Atualmente resido em Foz do Iguaçu, onde busco ser semelhante a JESUS, crendo em tudo o que ELE ensinou e obedecendo a tudo o que ELE ordenou. Para isso busco viver segundo o Evangelho do Reino, procurando fazer discípulos por onde vou. No momento atuo como professor de ensino fundamental na Rede Municipal de Educação.
Esse post foi publicado em adventismo, Alimento, alma, apóstolos, catolicismo, CRISTO, cura, curar, desobedecer, diabo, discípulos, diversão, Governo de CRISTO, JESUS, Mensagem, Obedecer, Palavra de DEUS, Política, Santidade. Bookmark o link permanente.

Seu comentário e opinião são importantes:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s